Cozinha gorda

A Rosa Marmelo dizia, ando triste em dia de vento.
A Rosa Marmelo tinha temor a Deus desde um dia que uma criança dela perdeu.
E um filho nascendo morto, pra uma humilde, era o maior pecado do mundo.
Se culpava. Deus, não fiz por querer, o Adair.
Eu não queria que fosse assim, mas a criaturinha do anjo não me nasceu